Banner do Blog

Como tirar o máximo proveito da feira

Imagem do post

Quase toda quinta-feira, a turma que trabalha comigo no Panelinha sai para almoçar e volta com sacolas cheias de legumes e frutas para semana. Para a alegria de todos, tem uma feira livre perto aqui no escritório. A equipe manda ver na xepa, os preços mais baixos que os feirantes praticam no fim da feira. 


Uma visita semanal à feira ajuda a manter uma alimentação saudável de verdade. Quando você começa a moldar o cardápio a partir das hortaliças e frutas da semana, dá vários passos em direção a uma dieta baseada em alimentos in natura. 


Para muita gente, porém, ir à feira é um desafio. Seja pela distância ou porque sempre que vai à feira acaba jogando fora um monte de alimentos que passaram do ponto antes de serem usados.


A questão da localização é mais difícil de resolver (para quem está em São Paulo, vale a pena dar uma olhada na lista detalhada e atualizada das feiras de rua). Já o caso de como aproveitar a compra da feira ao máximo, aí, a gente pode ajudar! Esse é um assunto do Panelinha. E permeia todos os nossos projetos. 

 

No livro Só para Um, por exemplo, no capítulo dedicado a preparos com legumes, sugiro investir em uma hortaliça por semana e variar os preparos (isso, claro, porque o livro tem como objetivo resolver a vida de quem mora sozinho). 


A cada projeto, avançamos mais na pesquisa de como aproveitar ao máximo as hortaliças. No livro ‘O Que Tem na Geladeira?’ são mais de 200 receitas com 30 legumes e verduras para nunca faltar ideia de como variar a compra da feira.


Gosto tanto desse tema que na próxima temporada do Cozinha Prática, vai ter um dia da semana totalmente dedicado à feira

 

Lave e seque as folhas

Antes de mais nada: chegou da feira, dê uma atenção às folhas. Explico bem direitinho neste vídeo, é só dar play:

 

Varie os preparos dos legumes

A cenoura estava bonita, você comprou uma bacia e agora não aguenta mais salada de cenoura ralada? Vá de palitinhos de cenoura assada, ragu de cenoura, sopa de cenoura com curry! Isso sem falar em bolo de cenoura

O Panelinha tem muitas receitas para você sair do lugar comum. Por exemplo, já comeu abobrinha crua? E salada de cogumelo cru? São deliciosos, mas muita gente nem pensa que nem pode comer. O tomate não precisa virar sempre salada ou molho, pode ser recheado com farofinha de pão e assado. A cebola fica maravilhosa assada, vira acompanhamento viciante!

Faça uma busca aqui no site Panelinha pelo ingrediente que está dando sopa por aí. Tenho certeza que você vai encontrar ideias inspiradoras para dar cabo dessa compra.


ASSISTA À SÉRIE O QUE TEM NA GELADEIRA?

 

E varie os molhos também!

Cansou da abóbora assada com vinagre balsâmico, azeite e mel? Experimente com molho de tahine ou com picada catalana.

Precisa de mais ideias? Navegue pelos molhos do Panelinha.

 

Congele antes que estrague

Ah, Rita, mesmo assim. Comprei muito, uma hora cansa. Tá. Vou voltar para exemplo da cenoura: rale e congele. A cenoura ralada congelada vai direto para a panela com azeite quente para o refogado. Aqui você encontra informações detalhadas sobre como congelar cada legume

Fruteira lotada

Agora, pode ser que seu problema seja desperdiçar frutas. Sei como é. As frutas da estação são irresistíveis! Aí você se empolga, compra um monte depois bate aquela dúvida do que preparar com tanta laranja… 

Fruta na receita

Fruta tem a grande vantagem de ser um alimento pronto. Você não precisa cozinhar, é só comer. Mas se perceber que não vai dar conta de comer toda fruta que comprou vire a chave e olhe para ela como ingrediente. A laranja vai no risoto, na salada, no frango assado, no peixe. Dá uma olhada no tanto de receitas que levam laranja!

O mesmo acontece com o abacaxi. Vai no picadinho oriental, no ceviche, no molho do pernil, na salada de frango. Veja aqui muitas receitas com abacaxi.

Digite, na busca do Panelinha, o nome da fruta que está sobrando por aí. 

de geleias a sorvetes

E, claro, você pode usar as técnicas clássicas de conservar as frutas preparando geleias e chutneys. Ou ainda pode congelar em pedaços e transformar em sorvetes levíssimos e deliciosos, como o de banana, o de abacate e o de manga (spoiler: o de mamão fica incrível!). E se a fruta não virar sorvete (por não ter a cremosidade para isso), você pode misturar a outra fruta na hora de bater (por exemplo: banana + morango), mas também pode fazer gelinho, como o de uva ou carambola, um charme para fazer drinques.

Se você parou de ir à feira porque jogava muita coisa fora, dê uma nova chance a esse programa. Claro que o ideal é calibrar a compra para não ficar se desdobrando para usar o que levou pra casa, mas com essas dicas tenho certeza que você vai até querer algumas frutas a mais.