Banner do Blog

Tarte tatin de tomates do La cura

Imagem do post

Em uma ocasião especial, nem tudo precisa ser preparado em casa. Você sabe, né? No cardápio eu criei pra atriz Isabel Teixeira receber os amigos, a receita que veio de fora foi uma tarte tatin surpreendente (e belíssima) preparada pelo chef Ivan Santino, do La Cura. 
tarte tatin de tomate do la cura é surpreendente


CONHEÇA O LA CURA

Diferente da receita clássica de maçã, o Ivan trouxe uma versão com tomates. Eu garanto: Que delícia! O Ivan também deixou a receita para quem preferir preparar em casa. 

Veja aqui o cardápio que eu criei pra Isabel Teixeira receber os amigos.

 

Tarte tatin de tomates do La cura 


Rende 1 torta (6 porções)


PARA A MASSA 

500 g de farinha de trigo (cerca de 4 xícaras [chá])

250 g de manteiga gelada cortada em cubos pequenos 

3 ovos 

1 colher (chá) de sal 

30 g de queijo parmesão ralado fino (cerca de ⅓ de xícara [chá])

1 ramo de tomilho fresco 

  1. Numa tigela grande, misture a farinha de trigo com o parmesão e o sal. Adicione a manteiga e misture com as pontas dos dedos até formar uma farofa grossa.
  2. Numa tigela pequena, quebre 1 ovo de cada vez e junte à massa — se um estiver estragado você não perde a receita. Junte o tomilho debulhado e amasse com as mãos para incorporar os ovos. 
  3. Transfira a massa para a bancada e amasse apenas até ficar lisa. Modele num rolo, embale com filme e leve à geladeira para descansar por 1 hora (se preferir, você pode fazer a massa até 3 dias antes).

OBS: esta receita de massa rende duas tarte tatin de tomate. A massa pode ser mantida na geladeira por até 3 dias ou no congelador por até 3 meses e pode ser usada no preparo de outras tortas ou biscoitos.


PARA O CARAMELO 

⅓ de xícara (chá) de açúcar 

2 colheres (sopa) de vinagre balsâmico 

1 pitada de noz-moscada 

1 pitada de pimenta-do-reino branca 

  1. Separe uma fôrma de torta (com fundo fixo) de 20 cm de diâmetro.
  2. Coloque o açúcar numa panela e tempere com noz-moscada e pimenta-do-reino branca. Leve ao fogo baixo, mexendo de vez em quando com uma espátula, até derreter completamente e formar um caramelo dourado. 
  3. Retire a panela do fogo e adicione o vinagre balsâmico — cuidado, o vinagre borbulha e forma um vapor com cheiro forte. Volte ao fogo baixo e mexa com a espátula até formar uma calda.
  4. Transfira a calda para a fôrma. Segure a fôrma pela borda e gire para forrar todo o fundo com a calda.

PARA A MONTAGEM 

500 g de tomate tipo coquetel (ou cereja grande) 

azeite a gosto

1 ramo de alecrim 

flor de sal a gosto

folhas de manjericão fresco a gosto para servir

burrata para servir 

molho pesto para servir

  1. Preaqueça o forno a 180 ºC (temperatura média).
  2. Lave e seque bem os tomates. Preencha todo o fundo da fôrma com os tomates. Coloque um bem próximo do outro e com a parte onde estava o cabinho para cima — dessa maneira a superfície da torta não fica com buracos e a parte lisa dos tomates ficam para cima ao desenformar. Tempere os tomates com um fio de azeite, flor de sal e as folhas do alecrim. 
  3. Corte a massa ao meio e reserve uma das metades na geladeira (ou congelador). Coloque a massa entre 2 sacos plásticos e abra com o rolo até ficar com cerca de 0,5 cm de espessura. Enrole no rolo de macarrão e transfira para a fôrma, cobrindo os tomates. Passe o rolo na lateral da fôrma para cortar a massa e pressione delicadamente a borda para dentro da fôrma. 
  4. Leve ao forno para assar por cerca de 20 minutos, até a massa ficar dourada. Retire a torta do forno e deixe esfriar completamente antes de desenformar.
  5. Para desenformar: com cuidado, incline levemente a fôrma sobre uma tigela pequena e deixe escorrer o excesso de calda. Cubra a fôrma com um prato e vire de uma só vez. Decore com folhas de manjericão e sirva com burrata e molho pesto.