Banner do Blog

Requinte: uma costelinha com goiabada e melado!

Imagem do post

Depois de muitos anos – mas muitos anos mesmo! – ensinando as pessoas a cozinhar, descobri que muita gente foge da receita quando o tempo de preparo é de duas horas. É o seu caso? Então presta atenção, Maricota: receita prática não é sinônimo de receita rápida!!! Pelo contrário…

Uma receita que você tenha que ficar meia hora com a barriga encostada no fogão é menos prática que uma que você leve 10 minutos preparando e ela fique horas no forno. Você ganhar esse tempo para fazer outras coisas. 

Sucesso total: costelinha com goiabada e melado, mandioca assada, picles de chuchu, e pudim de mandioca com cumaru

E hoje é o forno que vai trabalhar. A costelinha assada ganha uma cobertura de goiabada, que combina às mil maravilhas com carne de porco. Uma combinação de sabores incrível. O resultado é um prato requintado, com uma carne que não é das mais caras. 

Combinação de sabores superbrasileiros que tempera e constrói a capa brilhante e irresistível da costelinha

RECEITA: COSTELINHA ASSADA COM GOIABADA E MELADO

Quer ainda mais sabor para compor essa refeição? Para acompanhar a costelinha tem mandioca assada, temperada com molhinho de limão e coentro. E picles de chuchu! 

Macia por dentro, a mandioca brilha como acompanhamento para carnes, aves ou ensopados

RECEITA: MANDIOCA ASSADA COM MOLHO VERDE DE COENTRO

Picles de chuchu!
Picles não precisam ser só de pepino! Nesta versão, o chuchu cortado em fitas, cru mesmo, ganha uma marinada a jato de vinagre e mel. 

RECEITA: PICLES DE CHUCHU

Marmita de Chef!
As sobras do prato principal, nas mãos da chef Aline Guedes, se transformam em marmita de chef! A Aline, que já esteve outras vezes no Panelinha comigo, com uma didática impecável, mostra como dar novos sabores às sobras em geral. 


Aline Guedes transformou as sobras planejadas de costela e mandioca em marmita de chef.

Com o desafio de mudar o tempero da costelinha, que estava cheio de personalidade, ela preparou uma marmita perfeita: caldo de mandioca com costelinha e farofa de vegetais com castanha. A farofa na sopa aparece aqui como um acessório culinário, um truque que sempre dá certo! Que aula da Aline!

RECEITA: CALDO DE MANDIOCA COM COSTELINHA SUÍNA AGRIDOCE, FAROFA DE VEGETAIS COM CASTANHA-DO-PARÁ da Aline Guedes 

Sobras planejadas!
E a mandioca arrasa na dança do reaproveitamento e as sobras planejadas viram uma sobremesa incrível. Se você, assim como eu, gosta de um pudim mais denso, essa receita é imperdível: pudim de mandioca com cumaru.


Pudim de mandioca com cumaru feito a partir de sobras planejadas

Nesta preparação, em vez de usar baunilha, usamos a semente do cumaru, que traz um perfume irresistível à preparação. Mas, calma, se não encontrar a semente do cumaru, não é para desistir: pode usar extrato de baunilha.

RECEITA: PUDIM DE MANDIOCA COM CUMARU

***
O Cozinha Prática vai ao ar diariamente às 20h45 no GNT.